Pesquisa inédita revela dados sobre cuidados com o rosto da brasileira

  • 06/Maio/2019

Menos de 1/3 das brasileiras relacionam ritual de cuidado da pele com rotina de beleza

Com as mulheres cada vez mais empoderadas, velhos padrões perdem espaço e práticas do dia a dia ganham novos significados. Os hábitos de beleza, por exemplo, se aproximam mais de um momento de prazer do que de obrigação.  Foi o que confirmou a Avon em pesquisa feita em parceria com o instituto IBOPE Conecta. O estudo ouviu as brasileiras e mostrou, entre outros resultados, que 83% das mulheres cuidam da pele motivadas por um sentimento positivo de prazer, ainda que elas reconheçam que esse cuidado é necessário.

A pesquisa “A relação das brasileiras com a pele do rosto” investigou os hábitos, sentimentos e atitudes de 1.000 mulheres entre 25 e 60 anos, de todas as regiões do Brasil. Cerca de 48% do total respondeu que os sentimentos de bem-estar e saúde são os mais importantes em relação ao cuidado do rosto, enquanto que apenas 27% destacaram que cuidam da pele para se sentirem mais bonitas.

Por outro lado, o estudo aponta que 6 em cada 10 mulheres estão insatisfeitas com a pele do rosto. Entre as insatisfeitas, as jovens são maioria – 61% têm esse sentimento. Além disso, o envelhecimento não é um processo tranquilo, 56% estão preocupadas ou tentando minimizar os sinais do rosto. No entanto, para grande parte delas ainda existe o desafio de estabelecer uma rotina de cuidados com a pele. Mesmo as mulheres que se dizem preocupadas – 36% das entrevistas – possuem dificuldades em estabelecer uma prática diária. Já outra parte significativa (34%) respondeu que investe apenas em cuidados básicos e quando lembram.

Quando o assunto é tratamento, existe uma percepção de busca por soluções que destaquem uma beleza natural. Nas clínicas, os recursos mais buscados são limpeza de pele (55%) e esfoliação (41%), por outro lado, procedimentos reparativos como toxina botulínica, representam menos de 10%. Para os cuidados home care, o estudo mostrou que as entrevistadas priorizam a limpeza e a proteção solar, mas deixam de lado os procedimentos de tratamento como hidratantes e antissinais. “Esse dado reforça o papel educacional da Avon no apoio das mulheres no desafio de estabelecer um ritual diário mínimo de 3 passos básicos de cuidado com a pele. Nosso objetivo é atender as expectativas desse novo perfil de mulheres que priorizam cada vez mais soluções que sejam acessíveis e práticas de serem incorporadas no dia a dia”, diz Denise Figueiredo, diretora de marketing da categoria de skincare da Avon.

Além de constatar um novo padrão de comportamento, o estudo também mostrou que face care é um tema que as mulheres leem, mas não necessariamente entendem. Entre as entrevistadas, as mais jovens são as que menos conhecem o próprio tipo de pele e os cuidados necessários. E mesmo entre as entrevistas que sabem o tipo de pele que têm, 38% não sabem o cuidado que devem ter. Isso é refletido nos hábitos de cuidado, já que quase 1/3 das mulheres usa apenas água ou o sabonete do corpo para a limpeza da pele do rosto.

comentários

entre em
contato

NOME:
E-MAIL:
TELEFONE:
ÁREA DE ATUAÇÃO:
MENSAGEM